Desde 2012 em favor da Democracia, oportunidade, diversidade, inclusão, equidade 🇧🇷 Encontre, entenda, diferencie, escolha — mais fácil, rápido e barato. Eventos, Cursos, Podcasts, Conteúdos de Design.

Espaços de Colearning

O espaço físico (e agentes) tão eficientes e responsivos quanto o software

Coletividad Icone 04 pink | Colearning | Coletividad

(muita) Teoria & prática

Ela é uma teoria de camadas, que surge de muita teoria e prática, aplicadas na criação dos mais de 220 cursos e eventos presenciais do Coletividad, metodologias e processos pedagógicos, com a mais de 15.000 participantes em +10 anos de experiência, dados e análises.

A teoria inspirou diversos bootcamps e cursos conhecidos a reestruturar seus conteúdos em trilhas distribuídas — uma das premissas do conceito. Grandes Escolas e ‘Edtechs’ passaram a chamar seus espaços de estudo de ‘Colearning’, entre outros efeitos.

Mas chamar seu espaço de “Colearning” não automaticamente o torna um. É necessário considerar a consciência geográfica, a experiência do usuário (UX), o indivíduo, conjunto de indivíduos, as comunidades de aprendizado, o espaço — tudo como um agente pedagógico.

Espaço de Colearning é um espaço onde todos são alunos, professores, facilitadores e criadores — e possuem uma parte dos serviços e redes com os quais contribuem.

Home Layers Map | Colearning | Coletividad

A minha teoria e conceito foram adotados pelo Mundo, Espaços de Colearning se tornaram tema de Pesquisas Acadêmicas nas áreas de Arquitetura e Educação. Fui convidado e ajudei a construir espaços por todo mundo.

Quer ajuda para criar o seu espaço? Quer falar sobre Espaços de Colearning?

Comunidades de Aprendizado & Cidades Inteligentes

Espaços de Colearning se inspiram nas “Comunidades de Aprendizado“. Uma metodologia criada e implementada com sucesso em 1995, em escolas de Barcelona, Espanha, com intuito de superar a falência educacional e reverter os baixos índices de aprendizagem da época.

Wolff-Michael Roth e Lee Yew Jin sugerem que até o início dos anos 1990, e de acordo com (até então) os paradigmas construtivistas e de processamento de informações Piagetianos dominantes na Educação, o indivíduo era visto (entre outras coisas) como a “unidade de instrução”.

Esse foi um período divisor de águas quando o foco passou a ser na ideia de que conhecimento e aprendizagem são melhor pensados como práticas culturais, frequentemente denominados comunidades de prática, com a construção de domínios consensuais e negociação e institucionalização de significados.

Comunidades de Aprendizagem são uma categoria teórica e analítica que deve (sempre) considerar as estruturas fundamentais implícitas. Essa é uma das grandes negligencias dos espaços e escolas que simplesmente adotam o termo. Ignorar as estruturas fundamentais implícitas.

Indo além das Comunidades de Aprendizado, Espaços de Colearning são parte de uma visão para Cidades Inteligentes (Smart Cities) de um Futuro (próximo e possível). Que além dos processos pedagógicos, metodologias, faz insenso uso de Dados, Tecnologia, UX, Design, Arquitetura, Gerenciamento de Comunidades, Neurociência, entre vários elementos, métodos, técnicas, ferramentas e funcionalidades.

Para a criação de espaços melhores para as pessoas, o nosso tempo, ideias e necessidades. Um espaço para (pensarmos e) criarmos o Mundo do Amanhã.

O objetivo é a otimização. O espaço físico, especificamente pensado para a aprendizagem, com todos os recursos e agentes tão eficientes e responsivos quanto o software. É a convergência desses elementos para materializar um currículo colaborativo (crowdsourced), ‘geograficamente consciente’ e criado/orientado para a Comunidade.

Um Espaço de Colearning deve possuir uma ‘Cultura de Aprendizagem’ (real) e ser inteligente — em vários sentidos. Deve oferecer múltiplos caminhos de aprendizagem individual, autônoma, episódica e assíncrona.

Está mais do que evidente que o modelo que temos hoje é ineficiente e insuficiente — para a sociedade, para as pessoas e para as empresas. Mas a falta de visão, iniciativa, coragem e criatividade nos mantêm nos mesmos modelos, esperando resultados diferentes. Precisamos de espaços de reflexão, de pensamento crítico, incentivo, reconhecimento, oportunidade, curiosidade, engenhosidade, liberdade e autonomia.

Espaços de Colearning são uma plataforma de Financiamento Coletivo. Distribuída, feita para aprender, ensinar e criar, o que quiser, quando quiser, com quem quiser. Prática e participação ativa, no seu ritmo, para seus objetivos, metas e necessidades individuais.

Um lugar para sentir entusiasmo, criatividade, disposição e vontade de aprender. Lembra dessa sensação?

6 coisas que fazem um Espaço de Colearning

Colearning - Open Source University

Currículo Distribuído

Um Mapa de Competências Globais que usa fragmentos (Crowdsourced) de várias formas de educação formal, não formal, informal e incidental.

Através da rica combinação de pessoas, empresas, cursos, aulas, espaços, mentores, experiências, conteúdo — de forma distribuída.

Ajustado em tempo real, segundo a demografia, contexto, cultura e objetivos individuais específicos. Como a indústria de carona fez e continua fazendo com os sistemas de mobilidade.

O Sistema Educacional atual é uma estrutura arcaica e inflexível para uma sociedade rápida de tudo sob demanda — e a solução para isso claramente não os MOOC’s (EaD).

Colearning - Space as an Experience and a Tool​

Geograficamente Consciente

A ideia de Educação ‘geo-consciente’ e orientada para a comunidade visa fazer com que o processo educacional vá além dos limites da sala ou prédio. Ela entende e envolve toda a comunidade no processo.

É sobre possuir o espaço. Incentivar a equidade, a diversidade, a inclusão, a mistura de ideias, de encontros significativos e o fortalecimento de identidades individuais. 

Para aprender sobre o mundo e as culturas por meio das pessoas – não de sites ou aplicativos.

É entender a Educação como um dos únicos processos onipresentes na nossa vida, um agente preventivo, precoce e proativo na solução de problemas do mundo real e situações da vida ao seu redor – pequenos ou grandes.

Tornar as escolas e universidades em “incubadoras de inovação” para vizinhos, municípios e estados tornando o Governo (municipal, estadual e federal), instituições, entidades, ONGs, pequenos negócios e empresas em agentes ativos no processo educacional.

Colearning - 'All-Spaces-as-a-School'

Dados & Novas Métricas de Sucesso

A Educação precisa ser baseada em dados (melhores — muito além de notas, série ou frequência) e em novas métricas de sucesso.

O ambiente educacional tradicional é restrito e obscuro. Um grande ‘faz de conta’, muito distante da turbulência da vida real.

A sociedade exige um estilo de aprendizado contextual e episódico. Que reduza assimetrias, equilibre a enorme lacuna de privilégios e o conceito de ‘rico fica mais rico’ (rede). Que economize seu tempo e dinheiro e te ajude a dominar habilidades críticas para atingir seus objetivos específicos.

Esses são alguns dos dados e novas métricas de sucesso para uma Educação do Futuro.

Distante das métricas arbitrárias — em direção a uma abordagem baseada em competências. Que avalie e recompense uma definição mais ampla de aprendizado e crescimento pessoal.

Universidade 'Open Source'

O Covid-19 não só evidenciou, como cobrou (e ainda vai cobrar) um alto preço pela fragilidade e ineficiência de um Sistema Educacional centralizado, reconhecidamente atrasado e ineficiente.

Crianças e jovens com meses de atraso em conhecimentos básicos, com potencial ameaça de restrição de perspectivas e oportunidades dessa geração até a idade adulta. Evasão escolar, alfabetismo, sociabilização, saúde mental, evasão acadêmica, empregabilidade, pais colocados na posição de professores involuntários, sem preparo, experiência ou disposição. As consequências são inúmeras e de longo prazo!

Nós precisamos de uma estrutura Educacional flexível e ágil. De troca aberta, contínua, participação ativa, acessível, colaborativa, resiliente (erros), escalável, economicamente eficiente, transparente.

Esse pensamento acompanha os tempos atuais. A busca constante por conhecimento, a informação estando em todos os lugares e com ‘ciclos de vida’ mais rápidos e transitórios que podem complementar o forte e único conjunto de ferramentas da Universidade tradicional:

  1. Uma Plataforma para Estudantes como Produtores;
  2. Pesquisa Acadêmica Ampla e Crítica (Inovação);
  3. Valioso sistema de feedback;
  4. Rede Forte.
Colearning - Crowdsourced Curriculum​

O Espaço como uma Experiência e Ferramenta

Espaços moldam o comportamento das pessoas e as atividades e tarefas realizadas, estas (já sendo moldadas) moldam o comportamento de (outras) pessoas naquele espaço — como um funcionário ou um aluno — e aquelas tarefas específicas e atividades realizadas. É um grande ciclo.

Pense em bancos de parques públicos, pontos de ônibus e estações de trem. O design e uma arquitetura urbana mais recente (década de 90) foram pensados para influenciar, de forma sutil ou mais explícita, o comportamento do público.

Isso é chamado de “arquitetura hostil” ou “arquitetura defensiva”.

E se o Congresso e as Câmaras pudessem aumentar a transparência, a participação pública e a ética? E se um tribunal pudesse afetar a decisão de um Juiz? E se os espaços de aprendizado (também escolas e universidades) pudessem melhorar não apenas o aprendizado, mas também a saúde mental, reduzir a ansiedade, a misoginia, a xenofobia, o racismo ou bullying?

Nós passamos em média 87% de nossas vidas dentro de espaços. Sendo influenciados em inúmeras grandes decisões e eventos das nossas vidas, pelos espaços e portanto, também pelas pessoas.

Colearning - Geo-Aware and Community-Driven Education

'Todo-Espaço-Como-Escola'

Todo espaço é uma escola — você sabendo ou não.

Um sistema inteligente e adaptativo, que permita a reconfiguração e reinterpretação dos espaços. Pela criação de ambientes em que todos descubram, comparem, compreendam, aprendam, ensinem, criem e acessem com facilidade, várias áreas de interesse, mentores, caminhos e oportunidades.

Que integre perfeitamente Empresas, Fábricas, Museus, Centros Culturais, Eventos, Casas, Espaços, Bibliotecas, Escolas, Universidades em uma única (distribuída) ferramenta customizada e personalizada de aprendizado.

Para fornecer conhecimento e experiência específica, atavés de uma aprendizagem contextual.

Colearning - New measures of Success & Data Driven Education
Coletividad
Logo
Compare items
  • Total (0)
Compare
0
Shopping cart